terça-feira, 25 de janeiro de 2011

Reflexões Falklands

Ao contrário do que muitos pensam, Maradona não é o inventor da mão inglesa!

8 comentários:

Mulher Indigesta disse...

Para um cara que faz especialização em literatura comparada com futebol, eu acredito em tudo o que disseres a respeito de ambos os assuntos.

Mulher Indigesta disse...

E o contrário de mão inglesa, a mão "normal", direita, como se chama? Mão americana? Não quero procurar no google, me socorre aí.

otário disse...

Bom te ter de volta por aqui, minha Indigesta.
Nesse caso, seria "mano de Dios" mesmo...

Profano disse...

A tal mão do Maradona nunca deixou de ser comentada porque era a esquerda. Mas, sobre essas questões políticas melhor crítica à esquerda fez o Orwell. Em contrapartida não sei se a gente deve celebrar a dita mão de Deus como vingança pela tal da guerra das Falklands, que não passava de um embuste do governo militar para tentar retardar a queda vindoura, o que nos leva a aplaudir o primeiro e não o segundo, já que colocamos as questões ideológicas antes das questões desportivas. De qualquer maneira os ingleses depois da guerra e mais precisamente durante toda a história meteram a tal da mão inglesa em lugares nada pronunciáveis e muito menos publicáveis.

otário disse...

Bem observado, caro Profano. Só não sei o que seria pior: continuarem a colocar a mão inglesa no alheio ou enfiar-nos a chave inglesa...

Mulher na Polícia disse...

kkkkkkkkkkk

Maldade, né?
É um abusado esse Maradona...

Uma figura rara.
kkkkkkkk

Mulher na Polícia disse...

Um beijo, meu amigo!
: )

otário disse...

Abusado é pouco pra esse cara, minha amiga.
Beijo